Caraguatatuba Cultura

Curta de cineasta de Caraguá está no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

Curta retrata a rotina de uma dona de casa da periferia

Por Salim Burihan

O filme curta-metragem “Deus”, de autoria do caraguatatubense Vinicius Silva, foi incluído na seleção de curtas documentários, do primeiro turno do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2018. A mostra será realizada de 2 a 17 de setembro, no Rio de Janeiro.

O curta “Deus” foi produzido como Trabalho de Conclusão de Curso(TCC) de Cinema, da Universidade Federal de Pelotas(RS) contando ainda com as participações de Débora Mitie(fotografia) e Huli Bálasze(montagem).

O documentário foi inspirado na música “Mãe”, do cantor Emícida, especialmente, no trecho da letra que diz: “Desafia, vai dar mó treta quando disser que vi Deus. Ele era uma mulher preta”. Foi produzido através de um financiamento coletivo pelas redes sociais.

 

Sites especializados incluem o curta na relação dos dez mais importantes filmes que discutem o racismo no Brasil. O curta, desde o seu lançamento, vem conquistando destaque no Brasil e no exterior.

“A gente fica bem contente com a indicação da Academia Brasileira de Cinema, junto de mais 22 curtas. Essa indicação simbolicamente conclui uma caminhada deste projeto.
Estar dentro da seleção de curtas documentários do primeiro turno do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2018 é motivo de muito orgulho, disse Vinicius.

Vinícius, filho de família humilde, foi aluno de escola pública em Caraguá e ingressou na faculdade através do Sisu(Sistema de seleção Unificada). Ele se formou na Universidade Federal de Pelotas. Foi o primeiro membro da família a completar o curso superior.

Roteiro

Roseli, a personagem principal

Roseli, a protagonista, trabalha em uma empresa de mangueiras e mora com o filho Breno na Cohab, no bairro de Arthur Alvim, zona leste da cidade de São Paulo. Sua rotina lavando roupas, buscando o menino na escola e assistindo Faustão aos domingos, desperta no espectador reflexões acerca da consciência social.No curta, Deus é uma mulher negra, da periferia. Vinícius adaptou o roteiro na realidade que viveu na infância e parte da adolescência, principalmente, no dia a dia de uma de suas tias.

DEUS não é um filme sobre sofrimento. Ele é duro, mas tem momentos felizes”, comentou Vinicius. Assista o curta https://www.youtube.com/watch?v=dVXAhSKNfo4

DEUS

O curta retrata uma semana da vida de Roseli, mulher negra da periferia da cidade de São Paulo, que batalha para garantir seu sustento e, especialmente, a criação de seu filho.
ㅤㅤㅤㅤ
Ficha Técnica
ㅤㅤㅤㅤ
Direção: Vinícius Silva
Roteiro: Débora Mitie, Vinícius Silva
Produção: Vinícius Silva, Rodrigo Acedo
Assistente de Produção: Gabriela Montezi
Montagem: Huli Balász
Assistente de Montagem: Anderson Eberts
Fotografia: Débora Mitie, Vinícius Silva
Colorista: Julio SPERLING
Design de Som: Vinícius Silva

 

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.