Cultura

Denise Fraga traz história, música e bom humor à Caraguatatuba com espetáculo Galileu Galilei

Ricardo Hiar
Ricardo Hiar

Denise Fraga e elenco trouxe a história de Galileu Galilei à Caraguatatuba, na versão de Brecht

Centenas de pessoas assistiram ao espetáculo no sábado (16); reapresentação acontece neste domingo (17)

Por Ricardo Hiar, de Caraguatatuba

Uma aula de história, com muito humor, musicalidade e performances. Assim pode ser resumido o espetáculo Galileu Galilei, que foi apresentado no sábado (16) no Teatro Mário Covas, em Caraguatatuba. A peça, que compõe a programação de aniversário da cidade, será reapresentada neste domingo (17), a partir das 19h.

Para contar um pouco da história da biografia de Galilei Galileu, cientista italiano que conseguiu provar que a Terra girava em torno do Sol, os artistas em cena usaram vários recursos, incluindo um cenário bastante dinâmico, troca de figurinos, cartazes, faixas e canções que contextualizaram o período cronologicamente.

Quem aparece no papel do personagem principal é a atriz Denise Fraga, que em mais de duas horas de espetáculo dá vida a um homem comum, que gosta de comer bem, aspira riquezas e não esconde seus medos, conforme descritos por Bertolt Brecht.

O relato é feito cronologicamente e há divisões claras entre um período e outro. O espectador recebe orientações sobre cada fase, que é facilitado ao entendimento por meio das canções. O grupo também inseriu situações atuais da política brasileira, como a analogia de um protesto com os batedores de panelas.

Ary França, Lúcia Romano, Théo Werneck, Maristela Chelala, Vanderlei Bernardino, Jackie Obrigon, Luís Mármora, Silvio Restiffe e Daniel Warrem formam o elenco. Cada artista interpreta mais de um personagem, canta, organiza o cenário e as trocas em cada situação, num bom sincronismo, que envolve quem assiste.

A professora Miriam Gomes Oliveira, 34, aprovou o espetáculo. “Foi uma excelente aula de história. Com bom humor, eles conseguiram segurar o público e ensinar ao mesmo tempo. Acho muito bom quando a arte é utilizada para agregar conhecimento”, completou.

O comerciante Oswaldo Silva Dias, 46, também aprovou a iniciativa. “Não sabia que seriam duas horas e meia de apresentação, mas foram bem aproveitadas. A peça foi ótima, assim como os artistas. Muito bom entender, em pouco tempo, sobre toda a trajetória de Galileu”, afirmou.

Denise Fraga disse que foi uma boa experiência se apresentar em Caraguatatuba e participar da programação de aniversário. Ela comentou que ainda hoje, o boca a boca é o melhor caminho para divulgar o teatro, algo que foi potencializado pelas redes sociais potencializaram isso. Na ocasião, ela pediu aos espectadores que compartilhassem sua opinião sobre o espetáculo, para levar essa informação adiante.

Segundo Denise, a ideia de fazer esse espetáculo surgiu a partir da leitura de vários textos de Brecht e pela identificação com a história de Galileu e sua trajetória, que incluiu renúncias para seguir em frente e alcançar outros objetivos. “Quem de nós não teve que negar o óbvio para seguir adiante? A quantos absurdos costumamos nos submeter com cara de paisagem?”, questionou a atriz.

Ela conta que apesar de entender que Galileu Galilei não seja um papel feito para ela, atuar nele torna a situação ainda mais interessante, na medida que o público é chamado, para num pacto, vivenciar o ofício do ator em cena. “O teatro não tem limites. Dar comunicação as palavras de Brecht é o que me move, me empurra para o palco”, conclui a atriz.

Deixe um Comentário