Caraguatatuba Cidades

Bairro Perequê Mirim sofre com as chuvas

Divulgação. Chuvas no Perequê-Mirim invadem as casas

Moradores pedem desassoreamento do córrego do bairro, que com as chuvas transborda e invade as casas mas Prefeitura não tem previsão do serviço

 

Por Adriana Coutinho

Ruas alagadas e casas alagadas, famílias presas e ilhados por várias horas, cheiro de esgoto. Assim é o cenário das ruas do bairro Perequê Mirim, após vários dias de chuva em Caraguatatuba. Para os moradores a cada chuva uma ameaça de transtornos e prejuízo.

André Lucio Gomes Ribeiro, pedreiro,26, conta que o bairro todo e a sua rua fica sempre alagada com qualquer chuva – “Tem uma boca de lobo, mas é muito pequena para toda essa água. Alaga todas as ruas e a gente fica sem poder sair de casa por várias horas”. Ribeiro reside na Rua José Fernandes Nunes.

Já moradores da rua Governador Valadares, no mesmo bairro, dizem que há vazamento de esgoto na rua entrando em suas casas, além do alagamento por conta das chuvas e do córrego que transborda. O problema persiste há mais de dois anos.

Leonardo Quirino, autônomo, 34, conta que entrou em contato com a Prefeitura de Caraguatatuba na tarde dessa quarta-feira (10), e junto a um grupo de cinco moradores foram até a Secretaria de Serviços Públicos (Sesep) visando expor os problemas que a comunidade vem sofrendo com as chuvas.

“Tem um córrego que não é canalizado, fica cheio de lixo e corta todo o bairro. Precisa ser desassoreado regularmente pois é ele o responsável pelas enchentes, transborda e invade as casas. Não recebe um serviço adequando há quase dois anos. Pedimos uma solução, mas segundo o secretário, a Prefeitura não tem máquinas nem operadores. Pedimos a limpeza de bocas de lobo, mas não tivemos garantia nenhuma do serviço para este momento. Estão programando um mutirão de limpeza, mas também não tem previsão” – desabafa Quirino.

O grupo esteve também na Sabesp e foi recebido pelo Gerente Técnico de Operação de Caraguá, Pedro Rogério de Almeida Veiga. “Após ouvir nossos problemas, ele enviou uma equipe nessa quinta-feira (11) que já fez toda a limpeza e desobstrução da canalização, tampou os buracos, esterilizou e lavou as ruas, deixou um telefone para que a gente ligue se precisar de novo. Contou também que tem uma grande obra prevista para o bairro e que deve ter início após o Carnaval. Fomos muito bem atendidos pela Sabesp, que prontamente já fez a sua parte”, conta Quirino.

O secretário de Serviços Municipais, Roberti Costa informa que “o retorno se dá quando ocorrem chuvas fortes e o sistema coletor da casa está ligado em fossas e não na rede de esgotos da rua”. A Prefeitura diz também que o secretário acionou a Sabesp que irá nesta sexta-feira (12) ao local, juntamente com a Vigilância Sanitária, e uma fiscal de posturas da Sesep. O objetivo é de orientar a população a fazer a ligação de modo que não ocorram mais o problema.

Segundo a Prefeitura, também foi encaminhado o pedido à Caraguá Luz para instalação de 14 lâmpadas de led na rua, a pedido dos moradores.

A Sabesp também se manifestou por de nota: “Recebemos a informação da Prefeitura de Caraguatatuba e uma equipe estive no local para realizar os serviços necessários e orientar os moradores quanto ao uso adequado das redes coletoras de esgotos, bem como da necessidade de conexão à rede para aqueles cujos imóveis ainda não estão conectados. A empresa também informou que clientes podem solicitar a primeira ligação na rede coletora de esgotos para imóveis residenciais gratuitamente, solicitando o serviço pelas agências de atendimento, cujo endereço mais próximo vem impresso na fatura, pelo Disque Sabesp (08000550195) ou pela agência virtual, no site da Sabesp (www.sabesp.com.br)”.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.