São Sebastião Turismo

Projeto de Marina Pública conta com apoio da USP

Foto- jorge Mesquita

Prefeitura pretende construir três marinas no município

Uma equipe da Prefeitura e do Porto de São Sebastião esteve, ontem(8), na sede da Universidade de São Paulo (USP), na capital, para visitar o Centro de Simulações de Manobras Marítimas e Fluviais da Universidade de São Paulo para discussão e análises da Marina Pública da Rua da Praia.

foto-Divulgação

Segundo o secretário de Obras, Luís Eduardo Araújo, a reunião tratou especificamente de definir os limites da Marina Pública que será construída na Rua da Praia, no centro histórico da cidade.

“Este é um dos mais avançados centros de pesquisa e treinamento existentes no Brasil sob a coordenação do professor Eduardo Tanuri e para nós é um grande aprendizado estar aqui para dar prosseguimento neste, que pode ser considerado um dos principais investimentos previstos para ser lançado na gestão no prefeito Felipe Augusto”, disse Araújo.

Ainda segundo o secretário nesta reunião ficou definido o perímetro final da Marina, que a partir de agora será submetido às modelagens oceanográficas.

Além do secretário de Obras também participou da reunião o diretor de licenciamento ambiental da Secretaria de Meio Ambiente, Silas Werner, a diretora de Urbanismo, Isabela Galvez e o comandante Geraldes, gerente de praticagem do Porto de Santos.

Desde o início da gestão a Prefeitura vem desenvolvendo o projeto de construção de três marinas públicas nos bairros da Figueira, Pontal da Cruz e em uma área próxima à Rua da Praia, no centro histórico da cidade.

No projeto a área prevista para a marina pública seria em frente à Rua da Praia e a estimativa é de que com os chamados pontos de fundeio para as embarcações cada lancha pode gerar de um a três empregos diretos, dependendo do tamanho.

 

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.