Caraguatatuba Cidades

Litoral Norte terá de 15 a 20 dias com chuva em Janeiro, diz meteorologista

Meteorologista Felipe Pungirum, do Climatempo

O verão 2019/2020 que começou oficialmente, à 1h19min, deste domingo(22), deve trazer a chuva volumosa de volta para o Litoral Norte e não deve ter muitos dias de calor extremo, como foi o verão passado. Sãos as previsões feitas pelo meteorologista Felipe Pungirum, do Climatempo, a pedido do Tamoios News

Por Salim Burihan

O meteorologista Felipe Pungirum, do Climatempo, esteve em Caraguatatuba no lançamento da Operação Verão da EDP. O instituto é um dos parceiros da EDP fornecendo previsões diárias sobre as condições do tempo no Litoral Norte durante o verão.

Segundo Felipe, o verão 2019/2020 que começa neste domingo, terá  bastante sol, bastante calor e as típicas pancadas de chuvas no fim de tarde.

As temperaturas serão mais amenas e mais baixas em comparação ao verão passado. A média prevista é de 25º em dezembro e janeiro.

As chuvas, no entanto, serão mais volumosas e mais duradouras, permanecendo por períodos de quatro a cinco dias.

Isso será provocado por um corredor de umidade que se deslocará da região amazônica em direção ao sudeste do país, provocando dias nublados e chuvas.

Segundo o meteorologista, janeiro deverá ter de 15 a 20 dias de chuvas. Em fevereiro, de 18 a 23 dias.

“É uma previsão inicial, mas que poderá sofrer alterações a partir de análises mais recentes. De qualquer maneira, este verão terá mais chuvas que o verão passado”, disse.

Felipe disse que apesar das condições serem boas para o meio ambiente, elas trazem muitas preocupações para o Litoral Norte, pois as chuvas m ais duradouras e constantes, poderão deixar o solo muito encharcado, trazendo mais risco de deslizamento nas encostas.

Felipe disse que no Natal e Ano Novo a possibilidade de chuva é muito grande, mas não deverá atrapalhar aqueles que estiverem na região.

O meteorologista fez uma recomendação: apesar do verão deste ano ter temperaturas mais amenas que o do ano passado, as pessoas devem tomar sol ou praticar atividades no período da manhã ( até às 9 horas) e a partir das 16 horas. O uso de protetor solar deve ser diário para quem vai a praia.

Natal

As grandes áreas de instabilidade que atuam sobre o Brasil nas vésperas do Natal de 2019 têm provocando chuva forte e volumosa em todas as Regiões. O Natal 2019 será com tempo instável por quase todo o Brasil. As condições para chuva são altas para a maioria das áreas do Sudeste, entre elas, o Litoral Norte.  Mas maior preocupação é com a chuva sobre a Região Sudeste que será intensificada pela passagem de uma frente fria e infelizmente pode causar transtornos para a população de vários locais da Região, principalmente, para quem vive em área de risco.

Em São Paulo, praticamente todo o estado tem muitas nuvens e chuva na madrugada e manhã do dia 24, mas em geral de fraca a moderada intensidade, inclusive na Grande São Paulo. Mas a expectativa é de que no centro-sul e parte do leste de São Paulo, incluindo a Grande São Paulo, a chuva vá parando até o fim da tarde. O oeste do estado (região de Presidente Prudente) e cidades na divisa com o Paraná passam o dia 24 com muitas nuvens, mas sem chuva. Já no litoral norte de São Paulo e na região do Vale do Paraíba entre Taubaté e a divisa com o Rio, deve chover praticamente o dia todo e pode chover forte na madrugada e manhã.

O dia de Natal será com predomínio de sol no estado de São Paulo. Porém, no norte do estado e em toda a divisa com Minas Gerais e com o Rio de Janeiro, as pancadas de chuva voltam a ocorrer durante a tarde e à noite. O litoral de São Paulo tem muitas nuvens e períodos com sol.