Caraguatatuba Cidades

Ministério Público recomenda que prefeitura fiscalize preços de álcool gel e máscaras

Foto-PMC

O Ministério Público do Estado de São Paulo, por meio do Promotor de Justiça, Renato Queiroz de Lima, recomendou à Prefeitura de Caraguatatuba, que o PROCON da cidade de Caraguatatuba, assim como a Vigilância Sanitária Municipal, realize levantamento e atos fiscalizatórios no comércio no sentido de inibir a prática de preços abusivos de álcool gel e máscaras cirúrgicas, produtos essenciais para combater a propagação do coronavírus no município.

 

Segundo o promotor, existem muitas reclamações sobre possível aumento nos preços destes produtos. O aumento abusivo dos preços teria sido abordado, inclusive, em recente reunião  em reunião realizada com o Conselho de Saúde Municipal,onde foi informado que fornecedores, especialmente farmácias/drogarias e estabelecimentos de venda de artigos hospitalares, aproveitando-se da disseminação da doença no Brasil, elevaram os preços de alguns de seus produtos, sobretudo álcool em gel, máscaras cirúrgicas e máscaras descartáveis elásticas, a patamares exorbitantes.

 

Prefeitura

 

Os fiscais do Procon em Caraguatatuba estão nas ruas desde esta quarta-feira (18), notificando as farmácias e estabelecimentos que vendem produtos hospitalares para apresentarem as notas fiscais de compras de álcool gel e máscaras protetoras nos últimos três meses.

Essa é uma medida adotada pela Fundação Procon, de acordo com o diretor órgão no município, Aliex Moreira, para verificar se há abusos na comercialização desses produtos, em  decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“Estamos recebendo muitas denúncias pelo telefone ou pessoalmente da disparada de preços desses dois produtos na cidade. De posse das notas fiscais das compras nos últimos 90 dias, poderemos constatar se há realmente uma elevação abusiva nos preços”, explicou o diretor.

Para registrar a reclamação sem sair de casa, o consumidor pode preencher o formulário pelo endereço eletrônico http://procon.caraguatatuba.sp.gov.br/2020/03/18/atendimento-procon-on-line-denuncias/ ou pelo telefone (12) 3897-8282.

%d blogueiros gostam disto: