Cidades Ressaca

Ressaca surpreende banhistas e causa danos nas praias do Litoral Norte

Uma forte ressaca atingiu as praias do Litoral Norte no início da tarde deste domingo. A Marinha tinha emitido alerta sobre a possível ocorrência de ressacas com ondas que poderiam chegar a 3,5 metros entre sábado e domingo.

Segundo a Marinha,  a agitação marítima vem de direção sudoeste e sudeste e devem atingir desde o estado de Santa Catarina até o Rio de Janeiro até o final da tarde deste domingo.

O alerta é para que os navegantes, comunidades de pesca e turismo consultem as condições do tempo antes de saírem ao mar.

As praias do Tenório e Toninhas, em Ubatuba, estão entre as mais atingidas. O avanço repentino da maré, por volta das 14 horas, surpreendeu os banhistas e provocou prejuízos aos comerciantes estabelecidos a beira mar. Barracas e quiosques foram danificados e cadeiras e mesas levadas pela maré.

Até na praia da Lagoinha que é uma praia tranquila e mansa, a maré avançou com tudo: Veja o vídeo:

O mar avanço bastante também em praias de Caraguá, como Prainha e Indaiá, mas com menos força. Os banhistas, na praia do Indaiá, precisavam ficar mudando de lugar na areia por causa do avanço da água do mar. Na região norte, praias como Mococa, comerciantes dos quiosques tiveram prejuízos com a ressaca.

A Defesa Civil de Caraguatatuba informou que interditou quatro quiosques na tarde deste domingo (23/02) na praia da Mococa, por conta da ressaca alta e avanço da maré que chegou a 1,13 metro por volta das 14h. Ninguém ficou ferido, mas alguns comerciantes tiveram que retirar materiais de trabalho do local como geladeira, freezer, mesas, cadeiras e maquinários. A ação de retirada dos materiais teve apoio de caminhão da Secretaria de Serviços Públicos.

A Defesa Civil de Caraguatatuba continua em alerta e lembra que em caso de ocorrências a população deve ligar no 199.

O GBmar(Grupamento de Bombeiros Marítimos) informou que apesar da ressaca não houve nenhuma ocorrência de pessoa arrastada para o mar ou até afogada em Ubatuba.

Segundo o GBmar, coincidentemente, as 14:01h estávamos com a maré no ponto mais alto (conhecido como estofo da maré), que provavelmente causou o transtorno.

Após consulta ao Corpo de Bombeiros e Defesa Civil local, apesar das imagens (que também vimos) e dos relatos, não houve vítimas, apenas transtornos aos banhistas quando a maré chegou ao seu ponto máximo na faixa de areia.