Febre Amarela Litoral Norte

Litoral Norte teve cinco mortes por febre amarela em 2018

A Secretaria de Estado da Saúde está alertando os turistas para que tomem a vacina contra a febre amarela caso pretendam viajar no feriado de carnaval para áreas de mata atlântica ou ribeirinhas. As pessoas devem procurar os postos de saúde até esta terça-feira (19); as doses são gratuitas e devem ser tomadas dez dias antes para garantir proteção efetiva.

O Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde informou que desde primeiro de janeiro de 2019 até o momento foram confirmados 36 casos autóctones de febre amarela silvestre no Estado. Destes, 9 evoluíram para o óbito. Desses totais, 31 casos e 8 óbitos ocorreram no Vale do Ribeira.

Conforme balanço epidemiológico em 2018 houve 502 casos autóctones de febre amarela silvestre confirmados no Estado e 175 deles evoluíram para óbitos. Do total, 30,2% das infecções por febre amarela foram contraídas em Mairiporã e 9,5% em Atibaia. Essas duas cidades respondem por 39,7% dos casos de febre amarela silvestre no Estado, e já têm ações de vacinação em curso desde 2017.

Litoral Norte

Entre o total de casos registrados no ano passado, 14 ocorreram no Litoral Norte, dos quais 5 evoluíram para óbito – São Sebastião (3 casos com 2 óbitos) e Ubatuba (11 casos com 3 óbitos). Na Baixada, foram 4 casos e 3 óbitos – Guarujá (1 caso com 1 óbito), Itanhaém (1 caso com 1 óbito) e Peruíbe (3 casos com 1 óbito).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.