Geral

Concessionária Tamoios participa da campanha de combate ao Aedes aegypti da ARTESP

Divulgação

Divulgação

Campanha consiste em ações especiais de limpeza, distribuição de folhetos e veiculação de mensagens ao longo da Rodovia dos Tamoios

A Concessionária Tamoios, responsável pela operação e manutenção da Rodovia dos Tamoios (SP-099), está engajada na Campanha de combate ao mosquito Aedes aegypti promovida pela ARTESP – Agência de Transporte do Estado de São Paulo e realizada pelas concessionárias de rodovias paulistas. A campanha também conta com o apoio da SUCEN – Superintendência de Controle de Endemias, autarquia vinculada à Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.

A participação da Concessionária Tamoios se dá por meio das seguintes ações:

§  Operações de limpeza nas unidades de trabalho da Concessionária e ao longo da Rodovia, com especial atenção aos potenciais focos do mosquito.

§  Distribuição de folhetos com dicas de combate ao Aedes aegypti nos SAUs – Serviço de Atendimento ao Usuário, localizados no km 24 (pista sentido São José dos Campos / Caraguatatuba) e no km 54 (pista sentido Caraguatatuba / São José dos Campos).

§  Inserção de mensagens de alerta nos Painéis de Mensagem Variável ao longo da Rodovia.

§  Veiculação de mensagens no Site e Twitter da Concessionária.

Os empregados da Concessionária Tamoios também estão envolvidos na ação. Por meio de informativos internos, eles estão sendo incentivados a fazer a sua parte dentro e fora da empresa. 

O risco do descarte de lixo nas rodovias

Além do risco da formação de focos de larvas do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, o descarte de lixo nas rodovias pode acarretar problemas de segurança viária. Os materiais mais recolhidos são papel, garrafas plásticas, latas de alumínio e restos de pneus. Mas há também restos de móveis como sofás, mesas, cadeiras e até geladeiras velhas. 

Os materiais e resíduos abandonados nas rodovias podem entupir o sistema de drenagem das pistas, chegando a causar danos estruturais ao sistema. Caso sejam dirigidas diretamente para os corpos d’água mais próximos da via, também podem provocar a poluição de áreas de preservação ambiental. Além disso, podem acumular água se tornando locais para proliferação de outros vetores além de mosquitos como pulgas e moscas. Quando nas pistas, os resíduos podem provocar, inclusive, acidentes rodoviários.

Fonte: Assessoria de Comunicação Concessionária Tamoios

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.