Cidades Notícias São Sebastião

Apesar de 360 novos casos de Covid-19 em novembro, prefeito diz que São Sebastião não vai “regredir para a fase amarela”

Na última segunda-feira (30), o governador João Dória (PSDB) anunciou que todas as regiões do Estado retornaram à fase amarela do Plano São Paulo, como medida de enfrentamento da pandemia e contenção das taxas de contaminação no Estado. O novo mapa, com classificação geral do Estado na fase amarela, começa a valer nesta quarta-feira (2). O período de quarentena foi estendido até o dia 4 de janeiro.

Após o anúncio do governador, o prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto (PSDB), disse em uma rede social que o município não vai “regredir para a fase amarela no plano de enfrentamento ao coronavírus”.

Como justificativa para descumprir a orientação do Estado, o prefeito alega que a cidade tem sido “referência nacional, em razão de todas as nossas medidas de segurança, austeridade e proteção à vida do sebastianense e retomada gradual da economia.”

O portal Tamoios News perguntou ao Governo Estadual se a prefeitura pode descumprir o Plano SP e flexibilizar além do que a fase em que o município está classificado permite. A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Regional respondeu apenas que recomenda que os prefeitos sigam as ações de combate ao coronavírus indicadas pelo Plano São Paulo.

O Estado também foi questionado sobre como é feita a fiscalização nos municípios para o cumprimento do Plano SP, mas não respondeu a essa pergunta.

Covid-19 em São Sebastião

Durante o mês de novembro de 2020, foram confirmados 360 novos casos e 2 novos óbitos de moradores.

Nesta terça-feira (01), a Prefeitura de São Sebastião, confirmou mais um óbito por Covid-19 no município, de um morador de 64 anos, do bairro Varadouro, região central, sem comorbidade, positivado no dia 30 de outubro. Ele havia dado entrada no Hospital de Clínicas de São Sebastião (HCSS) no dia 03 de novembro. Porém, em 07 de novembro, houve uma piora em seu quadro clínico, sendo transferido para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Respiratória, na região central, onde se fez necessário o procedimento de Intubação Oro-Traqueal (IOT). Com essa morte, São Sebastião contabiliza 51 óbitos relacionados à Covid-19, além de seis óbitos em investigação e três mortes por coronavírus de pessoas não-residentes na cidade.

Fase Amarela

A fase amarela do Plano São Paulo não fecha atividades econômicas, mas torna as regras de funcionamento mais rígidas. Estabelecimentos como bares, restaurantes, academias, salões de beleza, shoppings, escritórios, concessionárias e comércios de rua voltam a ter limitações de horário e capacidade de público.

O atendimento presencial em todos os setores fica restrito a dez horas diárias, sequenciais ou fracionadas, e 40% de capacidade. Os estabelecimentos terão que fechar o atendimento local até as 22h. Todos os eventos com público em pé estão proibidos na fase amarela.