Cidades Notícias Ubatuba

Asa de avião bimotor que caiu em Ubatuba pode ter sido encontrada

Imagem Ilustrativa / Pixabay

Nesta segunda-feira (6), a Marinha do Brasil (MB), informou que a embarcação “Isabela II”, que navegava entre a Ilha de Búzios e a Ilha da Vitória, ao Norte da Ilha de São Sebastião (Ilhabela), avistou um material que pode ser parte da asa do bimotor que desapareceu entre Ubatuba e Paraty no dia 24 de novembro.

A equipe de Busca e Salvamento (SAR) da Delegacia da Capitania dos Portos de São Sebastião recolheu o material e o encaminhou para perícia junto ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), órgão responsável pela investigação. 

Neste momento, as buscas pela aeronave e pelos dois dos ocupantes que ainda não foram localizados se encontram na 2ª fase de busca, chamada de “colaboração/oportunidade”. Nesta fase são emitidos Avisos-Rádio, que mantêm a divulgação do desaparecimento dos dois tripulantes, diariamente, a toda a comunidade marítima que trafega e sobrevoa a região.

 Na quinta-feira (2), oitavo dia de buscas, a Marinha informou que a embarcação de casco semi-rígido “Tarpon” localizou e recolheu um objeto tipo nécessaire com pertences supostamente relacionados a um dos tripulantes desaparecidos. 

O corpo do piloto Gustavo Carneiro, de 27 anos, natural de Corumbá (MS), foi encontrado na quinta-feira (25 de novembro), dia seguinte ao acidente, nas proximidades de Ubatuba, em área de busca próxima do local do acidente envolvendo a aeronave. 

Continuam desaparecidos, o copiloto José Porfírio de Brito Jr. e o empresário Sérgio Alves Dias Filho, o Serginho. A Marinha do Brasil informou que “já foram rastreados mais de 5.854 km² de área marítima, entre o litoral sul do estado do Rio de Janeiro e litoral norte do estado de São Paulo”.

O acidente

Na quarta-feira (24 de novembro) o avião bimotor desapareceu e caiu nas imediações de Ubatuba, próximo ao limite com Trindade e Paraty, no litoral do Rio de Janeiro, com três pessoas na aeronave, o piloto Gustavo Carneiro, o copiloto José Porfírio de Brito Júnior e o passageiro, Sérgio Alves Dias Filho.