Caraguatatuba Cidades Notícias

Caraguatatuba alerta para descarte irregular em vias públicas; prática é crime e gera multa

A equipe de limpeza urbana da Secretaria de Serviços Públicos (Sesep) se deparou, na semana passada, com um grande volume de descarte irregular de resíduos nas ruas do bairro Gaivotas, na região central. A Prefeitura de Caraguatatuba alerta que esta prática é crime e gera multa de R$ 762,96.

A Sesep ainda destaca que a limpeza das ruas com varrição e roçada é feita mensalmente e que o lixo gerado dentro das casas é de responsabilidade do morador. “Neste caso estamos fazendo a recolha, mas restos de poda, móveis velhos, madeiras, restos de construção civil, entre outros, tem um local apropriado para o descarte no município”, explica o secretário adjunto da Sesep, Wagner Ramiro.

Para isso, o município disponibiliza três Ecopontos instalados nas três regiões da cidade. O descarte irregular prejudica não só o meio ambiente, mas os moradores do bairro, podendo causar alagamentos devido à sujeira despejada e a atração de insetos causando doenças, com a dengue, por exemplo.

Qualquer morador que avistar este tipo de prática pode denunciar no Canal 156. Importante que envie fotos do flagrante e, se possível, o endereço da pessoa para que a equipe de fiscalização possa agir da maneira correta.

Nos três Ecopontos, nos bairros Golfinhos, Martim de Sá e Massaguaçu é possível entregar materiais recicláveis, resíduos volumosos, resíduos da construção civil, podas, além de móveis e equipamentos domésticos, pneus, óleo de cozinha, resíduos eletrônicos, pilhas, lâmpadas, baterias de equipamentos eletrônicos e madeiras. Eles funcionam de segunda a sábado, das 8h30 às 17h, e aos domingos das 8h30 às 14h, fechando apenas para o almoço das 12h às 13h.

Materiais recicláveis também são recolhidos porta a porta, com cronograma diário divulgado no endereço: http://www.caraguatatuba.sp.gov.br/pmc/coletaseletiva/. Qualquer dúvida sobre a coleta dos materiais pode ser realizada na SMAAP, no telefone (12) 3897-2530.

Fonte: Prefeitura de Caraguatatuba