Cidades Ilhabela

Barcos de Ilhabela brilham e conquistam títulos do Brasileiro de Vela de Oceano em casa

Foram definidos, neste domingo, os campeões do Brasileiro de Vela de Oceano – 20 anos da Copa Suzuki – realizado no Yacht Club de Ilhabela (SP).

Os barcos locais fizeram a festa e ficaram com os troféus nas disputas no canal de São Sebastião em um último dia com ventos próximos de 10 nós.

Na classe IRC, o Xamã levou o caneco vencendo as duas regatas realizadas no último dia, totalizando três vitórias nas cinco realizadas nos três dias de competição. O veleiro foi adquirido e reformado por dois meses durante a pandemia por dois caiçaras locais, Paulo Tinah Jesus e Atanawe Boechat, que fazem parte da tripulação comandada por Sérgio Klepacz.

“Realmente é uma grande felicidade pensando que no começo do ano não tínhamos barco nenhum.  Graças ao Paulo Jesus ‘Tinha’, o Atanawe Boechat, que são dois dos melhores velejadores, melhor tático que existe, conseguiram levantar o barco e a equipe trabalhou maravilhosamente bem. Vou ser sincero do fundo do coração, era o vento que estávamos esperando e ali no nosso quintal de casa. Tinha que dar certo e deu. Saímos do 10º lugar no começo do campeonato e conseguimos esse título que foi muito emocionante”, disse Klepacz.

Em segundo lugar ficou o Esculacho, do Iate Clube do Rio de Janeiro, que no último dia arrancou com um terceiro e segundo lugares com Walcles Osório como comandante. O Asbar IV, de Santos (SP), comandado por Jonas Penteado.

A classe contou com velejadores de renome no cenário nacional e mundial. Jorge Zarif, campeão mundial de Finn em 2013, de Star em 2018, quarto na Rio-2016 e esperança de medalha para Tóquio-2021, esteve no +Bravíssimo, do Espírito Santo, que terminou o Brasileiro em oitavo lugar. Maurício Santa Cruz, pentacampeão mundial, bicampeão Pan-Americano e com duas Olimpíadas no currículo, não conseguiu conduzir o Danadão, do Rio de Janeiro, ao bicampeonato nacional e terminou a disputa no sexto lugar. Samuel Albrecht, com presença confirmada em Tóquio-2021 e bronze no Pan-Americano de Lima 2019 na Nacra 17, ficou em quinto lugar com o barco gaúcho Crioula 29.

No Brasileiro da classe C-30,  o Caballo Loco, também do Yacht Club de Ilhabela, levou a melhor no dia agitado com três regatas vencendo a primeiro e ficando em terceiro nas demais. O Brasileiro na classe contou com duas etapas, a primeira em Florianópolis (SC) no começo do ano.

O vice-campeão foi o Loyalty 06, que contou com André Fonseca, o Bochecha, com três participações olímpicas e três na Volta ao Mundo, The Ocean Race. O terceiro melhor barco da classe no Brasil foi o Kaikias Via Italia.

Na classe BRA-RGS, o barco de Ilhabela, Zeus, também de Ilhabela (SP), conquistou o troféu deixando o Comanda em segundo e o Ka Maua em terceiro: “Parabenizar os organizadores, pessoal do Yacht Club que nos recebeu muito bem. Tripulação se empenhou muito e nos saímos bem. Condições excelentes no último dia, vento de médio pra cima, foi bem bacana”, disse Gereba, do barco Zeus.

Vencedores gerais definidos na Copa Suzuki

A Copa Suzuki encerrou a temporada com três etapas ao longo do ano. Na IRC, o título geral ficou com o Rudá/Blue Seal, de Santos (SP), deixando o Xamã em segundo e o Asbar IV em terceiro.
Na classe C-30 ,o Caballo Loco ficou com o título seguido pelo Kaikias e o Loyalty 06 em terceiro.

Mauro Dottori, diretor de Vela do Yacht Club de Ilhabela, comentou sobre a realização do evento: “A gente de ilhabela continua sendo a capital da Vela. Um ano tão diferente e estranho como foi 2020 a gente conseguir reunir as equipes, tanta gente boa competindo. Falar que é bom foi pouco, o ambiente foi maravilhoso.Queremos sempre valorizar a vela no clube ter portas abertas, tapete vermelho para os competidores, dar o que temos de melhor. Acho que conseguimos e a todos os velejadores ano que vem tem mais”.

RESULTADOS FINAIS BRASILEIRO E ÚLTIMA ETAPA COPA SUZUKI

Brasileiro IRC 

1 – Xamã – 8 pontos
2 – Esculacho – 12 pts
3 – Asbar IV – 13 pts
4 – Rudá/Blue Seal – 16
5 – Crioula 29 – 17
6 – Danadão – 17
7 – Lucky Alforria – 24
8 – +Bravíssimo 26
9 – Bravo-GOFit – 27
10 – Zorro – 33
11 – King – 39
12 – Montecristo – 43
13 – Aventador – 46
14 – Jazz 49
15 – Boto V – 56
16 – My Boy – 57

Brasileiro – C-30

1 – Caballo Loco – 18
2 – Loyality 06 – 27
3 – Kaikias – 28
4 – Zeus Racing Team – 29
5 – Le Terrible – 69
6 – Corta Vento – 75
7 – Katana Portobello – 81

Copa Suzuki -3ª etapa – BRA-RGS

1 – Zeus – 3 pontos
2 – Ka Mua – 6
3 – Comanda – 6
4 – Triton – 11
5 – Brazuca – 15
6 – BL3 Urca – 21

Copa Suzuki – 3ª etapa – HPE25

1 – Conquest – 6
2 – Ginga – 6
3 – Azzuro – 13
4 – Mussulo 25 – 14
5 – Artemis – 18
6 – Pé de Vento – 23

A 3ª Etapa da Copa Suzuki 2020, Campeonato Brasileiro IRC e C-30, contou com a organização e realização do Yacht Club de Ilhabela, com patrocínio master da Suzuki Veículos, co-patrocínio do GOFit, e apoios da ABVO, Prefeitura Municipal de Ilhabela, Balaio de Ideias, Control Service e FEVESP.