Caraguatatuba Cidades

Contornos da Tamoios devem ser concluídos em fevereiro de 2022

A conclusão das obras dos contornos Norte e Sul da rodovia dos Tamoios deverá ocorrer apenas em fevereiro de 2022, juntamente, com a conclusão da duplicação do trecho de serra da rodovia.

A informação foi dada no início da tarde desta terça-feira(21), pelo secretário de Logística e Transportes do Estado de São Paulo, João Octaviano Machado Neto, durante entrevista concedida ao programa Link Vanguarda.

Segundo o secretário, o problema jurídico já teria sido resolvido e o Estado acertado os detalhes finais com a concessionária Tamoios, que administra a rodovia, para definir a retomada da obra.

“A nossa ideia é fazer com que os dois cronogramas fiquem juntos. Quando acabar a serra, acaba também os contornos da Tamoios”, comentou.

Segundo ele, a obra teve uma boa evolução. “Teve problemas contratuais que foram resolvidos. Tem discussões judiciais que não vão impedir a retomada da obra e nós já estamos preparados para a retomada da obra no segundo semestre. Em breve a obra será retomada”, afirmou.

Segundo ele, já foi feito um levantamento físico das obras, junto com o IPT(Instituto de Pesquisa Tecnológica), que analisou detalhadamente o estágio da obra.

João Octaviano Machado Neto disse que conversa com os prefeitos de Caraguatatuba e São Sebastião para tratar dos detalhes técnicos da obra na chegada das duas cidades.

Contornos

Obras foram paralisadas em 2018

As obras dos contornos Norte e Sul foram iniciadas em 2013 pelas construtoras Serveng/Civilsan(contorno Norte) e Queiroz Galvão(contorno Sul). A previsão era que os dois trechos fosse concluídos em 2016(Norte) e 2017(Sul). As obras foram paralisadas no em 2018 e os contratos com as construtoras rescindidos pelo Estado(Dersa) em março de 2019. O Estado investiu cerca de R$ 1,4 bilhão nas obras que tiveram 76% de execução.

Serra

As obras de execução da duplicação do trecho de serra da Tamoios foram iniciadas em 2015, pela Queiroz Galvão.  As obras incluem quatro túneis – sendo um de 3,7 km e outro 5,5 km – e oito viadutos. Em 2018, foi entregue o primeiro trecho duplicado que vai do Km 60 até o Km 64. O serviço deverá ser finalizado em fevereiro de 2022, segundo o secretário João Octaviano Machado Neto. A duplicação tinha um custo estimado de R$ 2,6 bilhões.