Cidades Ubatuba

Mesas redondas, vivências, exposições e oficinas estão na programação do II Fórum de Saberes Artesanais de Ubatuba

O II Fórum de Saberes Artesanais acontecerá de 28 a 31 de outubro, no formato online. Tem como objetivo coordenar e desenvolver atividades que visem valorizar o artesão do litoral norte, elevando o seu nível cultural, profissional, social e econômico, bem como, desenvolver e promover o artesanato e a empresa artesanal, no entendimento de que artesanato é empreendedorismo, e apontar que a utilização do saber tradicional manual está desencadeando o design contemporâneo.

Este ano ele será no formato online e terá como atração: mesas redondas, vivências, exposições e oficinas.  Neste período teremos, todos os dias, às 19hs as mesas cujos Temas debatidos serão :Patrimônio Cultural; Protagonismo Feminino; Turismo Cultural e Ecodesign.

E nossas oficinas terão temáticas variadas, gratuitas, em forma de encontros virtuais, através da plataforma Zoom. Têm oficinas de Reciclagem, Tingimento, Cestaria e Macramê. O conteúdo completo destes atrativos está em nosso site e as inscrições deverão ser feitas por lá: www.saberesartesanais.com.br

Programação das mesas redondas

28/10 -quarta feira – 19H00 – PLATAFORMA ZOOM
Patrimônio Cultural Material e Imaterial
Como os saberes artesanais desencadeiam naquilo que possui importância histórica e cultural tanto para um país como para uma pequena comunidade.

Participantes

Simone Toji
Doutora em Antropologia Social pela Universidade de St Andrews. Possui mestrado em Sociologia e Antropologia pelo Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (2006) e é graduada em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (2002). Trabalha no IPHAN na implementação da política de patrimônio cultural imaterial federal.

Mario Gato
Caiçara de Ubatuba, filho e neto de pescadores artesanais e agricultores. Historiador e Músico, cresceu em contato com a religiosidade, os festejos, a musicalidade, a culinária e toda a identidade cultural caiçara. Tocador de rabeca e construtor de instrumentos, também promove a salvaguarda desse patrimônio cultural imaterial. É membro e um dos fundadores do Grupo Fandango Caiçara de Ubatuba, coletivo de mestres que coordena. Em 2006 recebeu o Título Municipal de Mestre Artesão – como relevância do trabalho que desenvolve para a cultura caiçara.

Camila Marujo
Tecnóloga em Eventos (Hotec), Especialista em Gestão Cultural – CELACC/USP, Técnica em Elaboração de Planos Municipais de Cultura (EA/UFBA), Especialista em Gestão Pública-UNIFESP Atualmente Presidente Diretora, da FUNDART de Ubatuba, onde também foi Diretora Cultural e Gerente de Projetos Culturais.

dia 29/10 -quinta feira – 19H00 – PLATAFORMA ZOOM
EcoDesign e Artesanato
Como o Artesanato vem embasando o EcoDesign, na escolha de materiais, técnicas e/ou modelos, gerando um novo conceito de sustentabilidade, com o manejo ambiental, realizados pelas comunidades há gerações.

Participantes

Cyntia Santos Malaguti de Sousa
Professora e pesquisadora do Centro Universitário Senac e da FAUUSP, junto aos cursos de design. Tem experiência profissional na área de Desenho Industrial, atuando principalmente nos seguintes temas: design para sustentabilidade, gestão do design e cultura material.

Ramo Negro
Artista Visual, Educador Social, Especialista em Gestão Cultural Contemporânea. Pesquisa os desdobramentos do verbo construir, desde os processos identitários e de pertencimento territorial, à criação de espaços rituais que reverberam no imaginário da cultura popular contemporânea.

Nalva Barbosa
Pedagoga Social, Arte-Educadora, Artista Plástica e Ativista Social e Ambiental de Ubatuba.
Foi Coordenadora dos Assuntos da Mulher, de âmbito federal e Diretora Cultural da FundArt.
Fundou a SAPO-UBA, Amaduba e Instituto da Árvore, onde, atualmente, coordena as atividades sócio-ambientais.

dia 30/10 -quinta feira – 19H00 – PLATAFORMA ZOOM
Protagonismo Feminino nos Cenários Artesanais
Como e porquê os Saberes Manuais estão sendo mais trabalhados pelas mulheres. Segundo o Sebrae, 77% dos artesãos são mulheres. E elas, muitas vezes, são as responsáveis por manter a tradição de uma comunidade, de passar adiante o conhecimento.

Participantes

Edirlaine Reis
Mestranda em Educação pela USP, há 15 anos vem atuando como Educadora na área da educação popular. Nos últimos 10 anos vem realizando através do Instituto Capiá uma série de ações educativas com as comunidades tradicionais de Ubatuba que objetivam o fortalecimento e valorização de seus saberes e fazeres, incluindo o artesanato tradicional. É artesã e costura acessórios para as manifestações culturais populares, ofício que aprendeu com sua mãe.

Raquel Noronha
É designer, mestre e doutora em Ciências Sociais. Professora adjunta da Universidade Federal do Maranhão, onde integra o Programa de Pós-Graduação em Design. Coordena o NIDA – Núcleo de pesquisas em inovação, design e antropologia (CNPq), onde desenvolve pesquisa nas áreas de design participativo, relação design-materiais-artesanato, design anthropology, design e questões de gênero, buscando a autonomia de grupos produtivos e a decolonização do design.

Beatriz Freitas
Atual gestora da SUTACO – Subsecretaria do Trabalho Artesanal nas Comunidades – e coordenadora do PAB – Programa do Artesanato Brasileiro – no âmbito do Estado de São Paulo.Arquiteta, especialista em Museologia, Colecionismo e Curadoria de Arte, com foco em Gestão Cultural, Gestão Pública e manutenção da memória, patrimônio material e imaterial.

dia 31/10 – sexta feira – 19H00 – PLATAFORMA ZOOM
O Artesanato e Identidade no Turismo Cultural
O Artesanato é uma forte ferramenta dentro de um tour de Turismo, mas hoje, com a globalização, as feiras estão repletas de objetos sem crédito artesanal, vindos de outras localidades. Como aliar o conceito de Turismo Cultural aos produtos confeccionados artesanalmente que carregam em si Saberes e Identidade.

Participantes

Santiago Bernardes
Caiçara de Ubatuba, biólogo, escritor, pesquisador da Fiocruz e do OTSS-Observatório de Territórios Sustentáveis e saudáveis da Bocaina, articulador em Ubatuba do FCT-Fórum de Comunidades Tradicionais-Angra-Paraty-Ubatuba, membro da CNCTC-Coordenação Nacional de Comunidades Tradicionais Caiçaras

Jaqueline Dutra (Jaq)
Caiçara, bióloga, credenciada pelo Ministério do Turismo como Guia de Turismo Nacional/ América do Sul, Regional SP, com especialização em atrativos naturais e histórico cultural; Experiência na condução de grupos de trekking de montanha, ecoturismo, estudo do meio e vivências junto às comunidades tradicionais. Busca sempre permear a promoção e valorização das comunidades tradicionais presentes no território de Ubatuba.

Priscila Siqueira
Jornalista formada pela antiga Universidade do Brasil, tendo trabalhado na grande imprensa cobrindo o litoral norte paulista e o sul fluminense. Resultado dessa vivência foi o seu livro “Genocídio dos Caiçaras” que teve sua 3ªedição lançada em 2019. É uma das fundadoras da SOS Mata Atlântica, do Movimento de Preservação do São Sebastião- MOPRESS e foi presidente da Sociedade Brasileira de Defesa do Litoral Brasileiro. Foi articuladora da ONG, Serviço de Prevenção ao Tráfico de Mulheres e Meninas, pioneira no Brasil na luta contra do tráfico humano para exploração sexual comercial.

Oficinas temáticas

Reciclagem, Sustentabilidade, Linhas, Biojóias e Acessórios, Tingimento Natural e Estamparia.

OFICINA I
SUSTENTABILIDADE
DATA – 28/10
HORÁRIO – 16h
FACILITADOR- Mário Gato e Maria Flor
FORMATO – PRESENCIAL
TEMA – Cestaria com cipó
SAIBA MAIS – https://www.facebook.com/mariogato76
LOCAL – RANCHO CAIÇARA PEREQUÊ- ACÚ
VAGAS – 5
MATERIAL NECESSÁRIO – O Material será fornecido no local da oficina mediante inscrição
OBJETIVOS : Despertar os interessados, em especial o mais jovem, para o reconhecimento de sua identidade cultural e a necessidade de preservação da tradição.

SERÁ TRANSMITIDO AO VIVO NOS CANAIS DO FÓRUM

OFICINA II
LINHAS
DATA – 29/10
HORÁRIO – 16h (entrar com pelo menos 5 minutos de antecedência)
FACILITADORA – Ana Lucia Drechsler/ Analu-artesania consciente
FORMATO – ON LINE PLATAFORMA ZOOM
TEMA – Enfeite de parede com cristal em Macramê
SAIBA MAIS – https://www.analu.art/
VAGAS – 15
OBJETIVOS: Resgate dos saberes ancestrais, conexão com o manual, possibilidade de negócio.

OFICINA III
RECICLAGEM
DATA – 30/10
HORÁRIO – 16h (entrar com pelo menos 5 minutos de antecedência)
FACILITADOR – Sabrina Pedrosa
FORMATO – ON LINE PLATAFORMA ZOOM
TEMA -Criação de cadernos criativos com costuras artesanais básicas (brochura correntinha e japonesa) e ferramentas de gambiarra
SAIBA MAIS – www.facebook.com/boracose
VAGAS – 30
OBJETIVOS : Democratizar o acesso ao ofício da encadernação através do uso alternativo, acessível e de reuso de materiais e ferramentas.

OFICINA IV
TINGIMENTO NATURAL
DATA – 31/10
HORÁRIO – 16h (entrar com pelo menos 5 minutos de antecedência)
FACILITADOR – Clara Soler Jacq
FORMATO – ON LINE PLATAFORMA ZOOM
TEMA – Confecção de tintas naturais
VAGAS – 15
OBJETIVOS: Apresentar técnicas de tintura de baixo impacto ambiental, alta durabilidade e baixo custo com o uso de terras de colorações distintas.