Caraguatatuba Cidades

Polícia Marítima localiza rede de pesca irregular em Caraguatatuba após denúncia

A equipe da Polícia Militar Ambiental Marítima recebeu ontem (02/12) denuncia sobre rede de emalhe na Praia do Capricórnio, em Caraguatatuba.

A rede com 180 metros de comprimento, 3m de altura e malha de 170mm, não possuía nenhuma identificação do pescador responsável, contrariando a legislação pesqueira vigente, tornando-a um petrecho de pesca não permitido.

A equipe recolheu a rede, evitando maior mortandade da fauna marinha, corroborando para a preservação dos recursos pesqueiros para a presente e futuras gerações.

O Policiamento Ostensivo e Preventivo Náutico realizou durante todo dia patrulhamento por roda região com intuito de coibir novas irregularidades. Nenhuma outra rede irregular foi localizada. O Patrulhamento continua nos próximos dias.

Segundo os policiais algumas redes, como as de emalhe de fundo e de superfície, são armadas em berçários naturais de espécies marinhas que acabam morrendo por não conseguirem emergir para respirar, como é o caso das tartarugas marinhas, toninhas e outras espécies.

Outras redes, colocam em risco a segurança da navegação, como nos Canais do Porto de Santos e São Sebastião por exemplo, outras, armadas próximo as praias, colocam em risco os banhistas e praticantes de esporte aquático.

Denuncie a Pesca Ilegal, Predatória e demais ilícitos nas águas do Litoral Paulista:

Litoral Norte 12 3842-0123 / 12 3842-0355
Litoral Centro 13 3348-4774 / 13 3348-4773
Litoral Sul 13 3853-5750

Fonte: Comunicação Social da Polícia Marítima de SP