Caraguatatuba Cidades

Polícia Penal de Taubaté e Caraguatatuba intercepta ilícitos com visitantes de presos

Tamoios News

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que ontem, domingo, 23, duas unidades prisionais, sendo uma do Vale do Paraíba e outra do Litoral Norte, registraram apreensões de ilícitos com visitantes de detentos. Os flagrantes aconteceram no momento da revista dos familiares de presos, no horário de visitas.

A primeira ocorrência foi no Centro de Detenção Provisória (CDP) “Dr. Félix Nobre de Campos” de Taubaté. Durante o procedimento no escâner corporal servidoras da unidade prisional identificaram anormalidades nas imagens de uma mulher de 25 anos, irmã de um detento. Ela admitiu que trazia droga consigo e voluntariamente retirou da região íntima um invólucro que continha aproximadamente 129 gramas de cocaína.

No mesmo dia, uma mulher de 29 anos, companheira de um detento do CDP de Taubaté, foi flagrada com 76 gramas de maconha após a inspeção no aparelho de escâner. Ela assumiu que portava a droga e entregou o ilícito para as agentes penitenciárias de plantão.

O estabelecimento penal conduziu as visitantes para uma delegacia de polícia local para registro de boletim de ocorrência e outras providências legais de praxe.

Também ontem, 23, o CDP “Dr. José Eduardo Mariz de Oliveira” de Caraguatatuba somou duas apreensões de entorpecentes. Duas companheiras de presos foram surpreendidas enquanto passavam no escâner corporal. O equipamento mostrou irregularidades nas imagens das visitas.

A primeira, uma mulher de 33 anos, confessou para as policiais penais da unidade que escondia droga em seu corpo e voluntariamente retirou da área íntima um invólucro, e o entregou para as funcionárias. O embrulho continha 27 gramas de haxixe e uma folha de papel com droga sintética não identificada. Já a segunda, uma jovem de 20 anos, também assumiu que escondia drogas na região íntima e espontaneamente entregou os ilícitos para as servidoras. O invólucro trazia 20 gramas de maconha e uma folha de papel com droga sintética não definida.

O CDP de Caraguatatuba encaminhou as duas mulheres para a delegacia de polícia local para registro de boletim de ocorrência e demais procedimentos legais.

Fonte: Secretaria da Administração Penitenciária (SAP)