Cidades São Sebastião

Prefeitura amplia flexibilização e muda procedimento no atendimento ao coronavírus

O prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto, decidiu ampliar a flexibilização em seu município, apesar da cidade liderar o número de casos de covid-19 na região com 551 casos confirmados. As informações foram dadas em live realizada na noite desta terça-feira(30).

O prefeito decidiu liberar o funcionamento de hotéis, pousadas e restaurantes também nos fins de semana. Os estabelecimentos de hospedagem devem funcionar com 50% da capacidade.  Os restaurantes também poderão funcionar aos sábados e domingos, das 11 às 15,  com distanciamento de dois metros entre as mesas e uso de máscaras.

Prefeitura muda procedimento dos casos suspeitos de covid-19

Nesta quinta-feira, a prefeitura começa a fazer testagem em funcionários de hotéis e pousadas. Cerca de 10 mil pessoas já foram testadas no município.

O prefeito, no entanto, decidiu fechar as praias, inclusive, para a prática de atividades individuais. Os quiosques permanecem fechados.

O médico infectologista Carlos Mello De Capitani, consultor do comitê, disse que apesar da flexibilização tem que haver muita responsabilidade social por parte da população. Ele pediu que as pessoas só saíam de suas casas em caso de necessidade, que usem máscaras e mantenham permanente higienização. Ele cobrou a mesma atitude dos comerciantes.

Covid

A prefeitura decidiu também mudar a postura com relação aos atendimentos nas unidades de saúde.

A partir desta quarta-feira(1º), todas as pessoas com possíveis sintomas da covid-19 devem procurar imediatamente atendimento médico. A prefeitura irá usar precocemente medicamentos, como cloroquina, no tratamento desses pacientes, precocemente.

Segundo o comitê de combate a covid, o número de atendimentos tem crescido muito na unidade de Boiçucanga. Ontem, 135 pessoas buscaram atendimento na unidade. A média estava sendo de 560 pessoas por dia.

São Sebastião registra 551 casos confirmados e nove mortes pela doença, sendo três delas de moradores não residentes.

A prefeitura investiga ainda três mortes suspeitas. Atualmente, 14 pessoas estão internadas em UTI e outras 157 cumprem quarentena domiciliar.  Segundo a prefeitura, 374 pessoas se recuperaram da doença.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: