Caraguatatuba Cidades

Prefeitura de Caraguatatuba amplia atendimento para casos Covid-19

Equipamentos instalados na UPA-Centro

O prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior, levou os vereadores e a imprensa para conhecerem a adequação feita na UPA(Unidade de Pronto Atendimento) do centro para atendimento de casos Covid-19. A UPA-Centro recebeu leitos UTI, camas hospitalares, equipamentos e aparelhos para atender aos casos da doença em sua fase inicial. Outros 80 leitos covid-19 devem ser instalados em breve no local.

 

Segundo o prefeito, o plano de contingência preparado pela prefeitura, incluiu em sua primeira fase, a Santa Casa, que recebeu 39 novos leitos, sendo sete de UTI e 32 leitos Covid, 20 para adultos e doze para crianças. Atualmente, existem três pessoas em leito UTI e outras 13 em leitos de observação.

 

A Santa Casa ainda possui sete leitos UTI e outros sete leitos de enfermaria e três respiradores para atendimento de urgência e emergência de casos que não sejam de covid-19.

 

O Hospital Regional, também, incluído na primeira fase, tem 14 leitos de UTI e outros 14 leitos de observação. Atualmente, existem três pessoas utilizando leitos UTI e duas pessoas internadas em leito de isolamento.

Prefeito Aguilar Junior durante a visita feita na UPA-Centro

 

Aguilar Junior detalhou que a segunda fase do plano de contingência foi a transformação da UPA Centro em atendimento exclusivo para Covid-19.

 

A UPA centro recebeu 12 leitos UTI com respiradores, outros três leitos foram instalados na UPA-Sul, no Perequê-Mirim e UPA-Norte, no Massaguaçu, recebeu dois leitos UTI. A prefeitura comprou 100 camas hospitalares, 80 delas serão instaladas na UPA Centro e 20 na UPA-Sul.

 

Aguilar Junior detalhou os gastos efetuados até agora no combate a covid-19. Segundo ele, a prefeitura investiu cerca de R$ 1,6 milhão. O gasto maior foi feito na compra dos 39 leitos covid-19 para equipar a Santa Casa, cerca de R$ 1,3 milhão, que serão pagos em três parcelas.

 

O prefeito explicou como funciona o atendimento na UPA-Centro. A pessoa chega, passa por uma triagem, caso tenha os sintomas covid-19 é feita uma tomografia do pulmão para constatar a gravidade do caso.

 

Caso seja constatado algum problema no pulmão, a pessoa entra em tratamento, passa por um teste de RT-PCR e recebe o acompanhamento. Caso seja preciso, fica internada na UPA-Centro em caso da necessidade de uso de respiradores. Em caso de sintomas mais leves, a pessoa recebe atendimento e medicamentos, sendo acompanhada pela equipe de saúde.

 

Segundo Aguilar Junior, a prefeitura está usando a tomografia para agilizar a identificação dos casos. Ele disse que está adquirindo mais um tomógrafo para instalar na UPA-Centro.

 

O médico Gustavo Boher, coordenador da Upa-Centro disse que a tomografia tem sido fundamental para a identificação rápida dos casos e o início dos procedimentos nos casos Covid-19.

Coordenador da UPA-Centro, médico Gustavo Boher, afirma que uso da tomografia tem agilizado atendimento

 

Segundo ele, a cidade está muito bem preparada para atender os casos de covid-19.  “A tomografia nos dá um parâmetro mais rápido e eficiente na identificação e agiliza o atendimento”, afirmou.

 

Segundo ele, ontem, uma pessoa procurou a UPA, era assintomática, mas decidiu pedir uma tomografia e constatou que ela estava com mais de 50% do pulmão comprometido.

 

A prefeitura recebeu 1.000 testes rápidos do governo federal e pretende adquirir 500 testes RT-PCR e outros 2 mil testes rápidos.

 

Covid-19

 

Caraguatatuba te 138 casos confirmados de covid-19, sendo que ste pessoas estão internadas em hospitais, outras 53 cumprem isolamento domiciliar, cinco morreram e 67 se recuperaram da doença.

 

Outras 81 casos estão considerados ainda suspeitos, sendo que 58 pessoas estão em isolamento domiciliar, outras 14 tiveram alta, mas ainda cumprem isolamento enquanto aguardam o resultado dos novos exames, outras oito pessoas estão internadas e uma morte suspeita ainda está em investigação.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: