Cidades Ilhabela

Prefeitura e Polícia Militar articulam ação para escolas livres de violência e de drogas em Ilhabela

Tamoios News

Uma ação articulada entre a Prefeitura de Ilhabela, a Polícia Militar e o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD) levará mais segurança aos alunos, professores e servidores das escolas municipais.

Em reunião realizada na última quinta-feira (30/3), a Secretária de Educação Lídia Sarmento, os professores do Projeto Toda Criança na Escola e as diretoras das oito escolas de Ensino Fundamental II localizadas na zona urbana do município apresentaram aos representantes da Polícia Militar e do PROERD os desafios da segurança no ambiente escolar.

“São mais de 2,1 mil alunos do 6º ao 9º anos, adolescentes que vivenciam diferentes realidades e precisam encontrar na escola um ambiente livre de todas as formas de violência, livre de drogas. Esse é o desafio que apresentamos para essa parceria que estamos firmando em defesa das escolas e da comunidade escolar”, afirmou Lídia Sarmento.

Durante o encontro, o Comandante do Pelotão da Polícia Militar em Ilhabela, Tenente PM Pedro Ivo Guedes, teve a oportunidade de escutar as diretoras das escolas e os professores do Projeto Toda Criança na Escola. Guedes está pessoalmente visitando todas as escolas de Ilhabela para definir melhores estratégias para a ronda escolar, atividade sob responsabilidade da Polícia Militar.

Uma das solicitações das diretoras é que a ronda escolar seja realizada de forma integrada à rotina da escola, com envolvimento e diálogo dos policiais com a comunidade escolar.

Combate às drogas e à evasão escolar

Também foi discutida a intensificação do trabalho de prevenção e combate ao uso de drogas com a presença do PM Valdemar de Jesus, responsável pelo Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD). O programa já está em curso junto aos alunos dos 5º anos e suas atividades têm por objetivo encorajar as crianças para evitar o uso de drogas e a prática de violência.

Os professores responsáveis pela coordenação do Projeto Toda Criança na Escola, Mônica Silvia Siqueira e Marcel Lima Cavalcante, acompanharam a discussão. O programa nasceu da necessidade de acompanhamento da evasão escolar e sempre que acionado busca identificar e acompanhar todas as questões de vulnerabilidade em que o aluno possa estar inserido para agir junto com a rede de proteção, como Ministério Público, Conselho Tutelar, Secretaria de Saúde, Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e Centro Especializado de Referência em Assistência Social (CREAS).

Para a secretária Lídia, a garantia de um ambiente escolar seguro é uma tarefa da escola, das famílias e também da Polícia Militar. “Não podemos imaginar que apenas uma instituição, sozinha, conseguirá tornar a escola um ambiente seguro. Temos que construir uma ampla parceria para enfrentar o desafio da segurança nas escolas”, declarou.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Ilhabela