Caraguatatuba Cidades

Quarentena reduz índices de acidentes de trânsito no estado

Levantamento do programa Respeito à Vida, do Governo de São Paulo, indica que a quarentena impactou significativamente os índices de acidentes do trânsito. De acordo com os novos dados do Infosiga SP, de janeiro a junho deste ano foram registrados 2.321 óbitos no estado, redução de 11% na comparação com o mesmo período de 2019.

É o menor número de mortes em um semestre desde o início da série histórica, em 2015. Acidentes com vítimas, que incluem também ocorrências não fatais, recuaram 16%. Durante a quarentena, óbitos de idosos no trânsito caíram 47%.

O mês de junho também registrou queda acentuada nas fatalidades. Foram registradas 346 ocorrências em todo o estado, redução de 31% na comparação com o ano passado (501 óbitos). Acidentes reduziram 21%, passando de 15.890 ocorrências em 2019 para 12.569 neste ano.

Modais

Acidentes fatais envolvendo ocupantes de automóvel e pedestres tiveram as maiores reduções no semestre. Foram 526 óbitos envolvendo automóveis contra 637 no ano passado, queda de 17,4%. Entre os pedestres, a redução foi de 16,8%, com 564 vítimas neste ano contra 678 em 2019. Já os motociclistas seguem liderando as estatísticas do Infosiga SP, apesar da redução neste ano. Ao todo, foram 891 mortes contra 916 no primeiro semestre de 2019 (-2,7%). Entre os ciclistas, foram 6 mortes a mais (204 casos neste ano contra 198, aumento de 3%).

A queda nas fatalidades foi maior nas rodovias (-17%) na comparação com as vias municipais (-7%). Acidentes fatais em ruas e avenidas representaram 51,5% do total de ocorrências no estado.

Regiões Administrativas

De janeiro a junho deste ano, houve redução de mortes em 12 das 16 regiões administrativas do estado. As regiões de São José do Rio Preto (-37%) e Franca (-32%) registraram as maiores reduções, enquanto as regiões de Registro (+45%) e Barretos (+37%) tiveram as maiores altas.

Quarentena

O levantamento do programa Respeito à Vida avaliou ainda impacto da quarentena nos acidentes de trânsito. De 24 de março a 30 de junho, houve redução de 22% nas fatalidades (1.167 óbitos contra 1.513 no mesmo período do ano passado). Já os acidentes reduziram 30%, passando de 51,3 mil ocorrências para 35,6 mil neste ano.

Ao cruzar os dados do Infosiga SP com o índice de isolamento do Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo do Estado, verifica-se que a os acidentes aumentam ou reduzem praticamente na mesma proporção.

O grupo mais beneficiado com a quarentena foram os idosos. Fatalidades envolvendo pessoas com mais de 60 anos reduziram 21% no semestre e 47% após o isolamento social. A redução nesse grupo impactou o número geral de pedestres, pois, historicamente, uma em cada três vítimas de atropelamentos é idosa.

Perfil da vítima

Segundo o Infosiga SP, o perfil da vítima de trânsito no estado é homem (83%), jovem (26%) e condutor do veículo (60%). Os acidentes estão concentrados no período da noite (53%) e nos finais de semana (46%). A maior parte das vítimas (54%) falece nos hospitais.

%d blogueiros gostam disto: