Cidades Notícias São Sebastião

Na Tribuna, presidente do Sindserv cobra apoio dos vereadores e convoca servidores para assembleia

Presidente do Sindserv, Cristiane Leonello, durante uso da Tribuna Livre da Câmara Municipal de São Sebastião. (Foto: CMSS/Divulgação)

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Sebastião (Sindserv) convoca a categoria para a Assembleia Geral Extraordinária, no próximo dia 2 de junho (quarta-feira), para que possam avaliar as medidas tomadas pela administração em relação a Pauta de Reivindicações da Campanha Salarial 2021. O comunicado foi feito pela presidente da entidade, Cristiane Leonello, durante o uso da Tribuna Livre da Câmara na última sessão, momento que cobrou apoio dos vereadores para que seja garantido o direito ao repasse inflacionário nos salários e nos vales alimentação e refeição dos trabalhadores da prefeitura.

A presidente do Sindserv ainda explicou aos vereadores que a Lei Federal de enfrentamento ao novo Coronavírus não proíbe o repasse inflacionário e que, de cordo com a Lei 146/2011, a revisão geral anual dos servidores deve ocorrer no pagamento de maio. Cristiane também enfatizou que além da luta em prol das remunerações, a Pauta de Reivindicações ainda cobra o fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) em quantidade suficiente a todos, o urgente reestabelecimento da Cipa (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes), a reestruturação da USO (Unidade de Saúde Ocupacional), entre outros direitos dos trabalhadores.

Segundo o Sindserv, na assembleia do dia 2 de junho, com segunda chamada às 17h30, que ocorrera simultaneamente na sede Central e online, também serão definidas as próximas ações da categoria. Os interessados em participar devem fazer a solicitação pelo www.sindserv.com/assembleiacampanhasalarial2021, para evitar aglomerações.

“Precisamos seguir lutando, pois estamos falando do sustento das nossas famílias e um direito que impacta até na nossa aposentadoria. É hora de estarmos cada vez mais unidos, pois é essa união e participação dos trabalhadores que garantiu muitas vezes a conquista dos nossos direitos”, completa a presidente.

Ainda de acordo com o Sindicato, os servidores acumulam muitas perdas salariais, decorrentes de anos que não tiveram reajuste salarial. Porém, as últimas legislações federais determinam que as despesas obrigatórias, como no caso a folha de pagamentos, podem ser alteradas seguindo a inflação apontada pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) durante a pandemia. No caso dos funcionários da prefeitura de São Sebastião, calculando o acumulado de maio de 2020 a abril de 2021.

Carta Aberta

Além das mobilizações setoriais junto aos servidores, a diretoria do Sindserv também está distribuindo uma Carta Aberta à população. A ação visa buscar apoio dos munícipes e comerciantes em defesa do repasse inflacionário nos salários e nos vales e o conteúdo pode ser lido na íntegra no site do Sindicato.

Na carta, os servidores explicam que a falta do repasse impacta direta e indiretamente na vida de todos os munícipes e, principalmente, na economia local, pois são cerca de 4 mil famílias que vêm – ano após ano – perdendo o poder de compra. Ainda ressaltam que este valor que será reajustado acaba sendo injetado nos próprios comércios e serviços locais, o que consequentemente gera mais empregos e auxilia os empreendedores no enfrentamento das dificuldades deste momento sem precedente.

A sede central na Rua José David do Vale, 33, no Centro de São Sebastião. Mais informações no (12) 3892.1545.

*Fonte: Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Sebastião (Sindserv)