Geral Notícias

Qual é a melhor opção de Cartão PJ no mercado?

Divulgação

Ter um cartão pj pode fazer toda a diferença na vida da sua empresa. Os impactos positivos que este tipo de cartão pode gerar no negócio são inúmeros e, talvez, um dos principais seja a forma como facilita o controle financeiro da companhia.

Além disso, o cartão pode auxiliar na utilização de recursos em compras e demandas corporativas, dar acesso a crédito de alto valor, separar os gastos pessoais das pessoas executivas que administram a empresa dos gastos corporativos, entre outros.

No entanto, assim como uma pessoa física precisa ter muito cuidado na utilização do cartão, a empresa também precisa fazer um controle muito rígido para não se perder nas contas.

Mas não é só isso que precisa ter atenção não. Na hora de escolher qual o melhor cartão pj, é necessário ter em mente os benefícios oferecidos pelas instituições financeiras, comparar com os concorrentes e ter em mente qual o perfil da sua empresa.

Para te ajudar a entender melhor como escolher o melhor cartão e também os motivos para contratar, continue a leitura desse texto aqui no blog da Cora e entenda tudo que você precisa saber.

Cartão PF X cartão PJ: quais as diferenças?

Pode ser comum as pessoas confundirem as diferenças entre o cartão pj e o cartão pf, aquele que você provavelmente já utiliza nas suas contas pessoais. Afinal, aparentemente, a única coisa que muda é o nome da empresa estampado nele, certo?

Errado! As diferenças e benefícios dos cartões de crédito para pessoa física ou jurídica vai muito de acordo com as necessidades de cada cartão.

No cartão pessoa física, o titular da conta é quem faz as movimentações, seja para registrar créditos e débitos, entrada e saída de dinheiro, entre outras atividades básicas.

Já o cartão pj, o representante legal definido pela própria empresa é quem fica com essas responsabilidades. A conta é destinada exclusivamente para movimentações da empresa, como pagamento de fornecedores, recebimento de contas, etc.

As soluções financeiras de cada tipo de cartão variam de acordo com a necessidade. Para as contas empresariais, a tendência é que as instituições bancárias busquem soluções mais focadas nos clientes empresariais, afinal, são estas que geram mais movimentações financeiras por dia.

Outra diferença está na tratativa na hora de fazer negócios com outras empresas. Normalmente, quando você vai fechar um acordo com outra empresa para comprar matéria prima, por exemplo, as empresas costumam possibilitar mais facilidade de pagamento, como mais descontos, crédito sem juros e parcelamento diferenciado.

Benefícios do cartão PJ

Agora que você já sabe a diferença entre o cartão pj e o cartão pf, vamos te apresentar os benefícios que a pessoa jurídica tem ao optar por ter uma conta exclusiva. Confira.

Controlar as despesas

Quando sua empresa passa a separar as contas corporativas das suas contas pessoais, o fluxo de caixa fica melhor organizado.

Imagina, por exemplo, que você use seu cartão pj para fazer as compras de casa. Isso pode comprometer o limite de crédito e, na hora que precisar aproveitar uma promoção de matéria-prima que pode baratear seu produto diante à concorrência ou até aumentar seus lucros, sua compra não é aprovada por não ter crédito disponível. Complicado, não é?

Além disso, para a Receita Federal, essa separação é extremamente importante quando for declarar seu imposto de renda. Misturando tudo, você corre um sério risco de ter problemas futuramente.

Planejamento mais eficiente

Quando se concentra os gastos da empresa exclusivamente no cartão pj, a previsibilidade de gastos fica mais fácil de ser analisada.

Dependendo de onde sua empresa fechou negócio, pode-se, inclusive, trocar o pagamento de boleto pelo cartão de crédito ou débito automático. Assim, fica mais difícil esquecer de pagar e a probabilidade de se pagar juros por atraso é bem menor.

Parcelamento de compras

Como já dito acima, o limite do cartão de crédito pj tende a ser maior que o do cartão de crédito pf.

Sendo assim, com o cartão, é possível parcelar mais compras, em mais vezes, e melhorar seu fluxo de caixa, tendo em vista que a fatura vence só no mês seguinte.

Fluxo de caixa

Para ficar ainda mais claro sobre o fluxo de caixa citado acima, imagine a seguinte situação: você foi contratado para fazer um serviço e seu cliente pagou à vista, ou seja, no ato da entrega.

Para executar esse serviço, você comprou toda a matéria-prima necessária em dez vezes para começar a pagar somente daqui a 40 dias.

Sendo assim, você receberá à vista pelo serviço e terá ainda 40 dias para começar a pagar os custos que teve com eles. Com esse dinheiro, você conseguirá melhorar sua divulgação para conquistar mais clientes, acelerar a mão de obra de outro serviço e até aproveitar aquela promoção para comprar mais insumos. Simples, não é?

Acesso a crédito

Se a empresa tem um cartão pj, ela é melhor vista diante do mercado de crédito. Isso porque é possível comprovar seus gastos e pagamento realizados com ele.

Sendo assim, caso você retorne à instituição financeira com o objetivo de conseguir mais crédito, seja aumento do limite ou até empréstimo para aquisição de um novo maquinário, o gerente terá certeza de que você paga as contas em dia e é um bom parceiro para o banco.

Dessa forma, é possível até conseguir melhores condições de pagamento e taxas de juros mais baixas.

Como escolher o melhor cartão PJ para sua empresa

Se você conhece bem os objetivos da sua empresa, não será difícil escolher o melhor cartão pj. Basta avaliar bem o que os fornecedores têm oferecido e cruzar com o perfil do seu negócio e pronto.

Confira algumas dicas do que analisar na hora de tomar essa decisão.

Data de vencimento da fatura

A data do vencimento da fatura precisa ser bem avaliada antes de decidir. Afinal, é importante ter claro quando é o melhor dia do caixa da empresa para fazer o pagamento.

No começo do mês, por exemplo, pode ser um dia ruim, já que também é quando se faz o pagamento dos funcionários.

Taxas de juros

Avalie bem todas as despesas que podem ser cobradas em caso de atraso. É claro que o ideal é que isso não aconteça, mas vai acontecer algum imprevisto, não é mesmo? Sendo assim, certifique-se de todas as taxas de juros rotativos, multas e custos administrativos para entender bem se faz sentido.

Taxa de anuidade

Este é um ponto bem importante. Pode ser que o cartão seja a cara da sua empresa, porém, cobra-se um alto valor de anuidade. Isso pode inviabilizar todo o lucro e desconto que você acreditou que teria.

Esse tipo de taxa não é necessário pagar, tendo em vista que há instituições que oferecem a isenção dele, como a conta digital Cora, por exemplo.

Lá, você tem seu cartão pj sem taxa de anuidade e ainda pode solicitar de forma totalmente online, sem perder tempo indo ao banco. É tudo feito de forma rápida, prática e sem precisar sair da empresa.

E então, viu como é simples escolher o melhor cartão pj para sua empresa? Basta conhecer bem seu negócio e entender todos os desafios para fazê-lo crescer.

Este conteúdo foi produzido pelo time da nossa parceira Cora, uma Conta Digital PJ criada por empreendedores e para empreendedores, projetada para libertar quem empreende de burocracias e taxas abusivas e descomplicar a gestão financeira do pequeno negócio.

A conta Cora oferece um leque de soluções, que vão desde a emissão de boletos e transferências PIX gratuitas e cartão de crédito PJ sem anuidade até uma ferramenta completa de gestão de cobranças.