Litoral Norte Saúde

Febre Amarela: 189 turistas foram vacinados em posto volante da Tamoios no último feriado

Caminho para quem se deslocou ao Litoral Norte paulista no feriado de 15 e 20 de novembro, a Rodovia dos Tamoios foi posto volante de vacinação contra a Febre Amarela. Foram aplicadas 189 doses da vacina em turistas e moradores da região que passaram pelos Serviços de Atendimento aos Usuários (SAU), na rodovia.

Nos dias 14 e 15 de novembro, o posto de vacinação funcionou no SAU do km 19, em Jambeiro, no sentido Caraguatatuba. Na volta do feriado, no dia 18, o posto de vacinação foi no km 48, em Paraibuna, sentido São José dos Campos. A iniciativa é da Secretaria de Estado da Saúde, em parceria com a Secretaria de Estado de Lógica e Transportes, da Concessionária Tamoios e dos municípios da região do Vale do Paraíba.

“A imunização é a principal forma de prevenção contra a doença. O período atual é pré-sazonal, e a sazonalidade da doença vai de dezembro a maio. Por isso, é importante que as pessoas ainda não vacinadas procurem os serviços de saúde”, complementa a diretora do Centro de Vigilância Epidemiológica – CVE, Regiane de Paula

Balanços

Litoral Norte

A região contabiliza 15 casos da doença, que resultaram em seis mortes. Até agora, foram registrados 11 casos e três mortes em Ubatuba; 3 casos e duas mortes em São Sebastião; e, o caso de um  morador de Cunha, que contraiu a doença em Caraguá e faleceu na capital, neste mês. Em Caraguá, segundo informou a Prefeitura, a vacinação contra a doença continua sendo feita em todas as unidades de saúde. Mais de 95% da população já foi vacinada no município.

Estado

Em 2018, mais de 8 milhões de pessoas já foram vacinadas contra febre amarela em todo o Estado. O número ultrapassa a marca da vacinação no decorrer de 2017, quando 7,4 milhões de doses foram aplicadas, e é também superior à vacinação na década anterior – 7 milhões de pessoas foram imunizadas entre 2006 e 2016.

Conforme balanço epidemiológico deste ano, até 23 de outubro, houve 502 casos autóctones de febre amarela silvestre confirmados no Estado e 175 deles evoluíram para óbitos. Entre o total de casos, 14 ocorreram no Litoral Norte, dos quais 5 evoluíram para óbito – São Sebastião (3 casos com 2 óbitos) e Ubatuba (11 casos com 3 óbitos). Na Baixada, foram 4 casos e 3 óbitos – Guarujá (1 caso com 1 óbito), Itanhaém (1 caso com 1 óbito) e Peruíbe (3 casos com 1 óbito).

Neste ano, 257 macacos tiveram confirmação da doença. Desses casos, 33 casos ocorreram na região do Vale do Paraíba e Litoral Norte.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.