Cidades Ilhabela Sem Categoria

Ilhabela e São Sebastião recebem certificado do Programa Município VerdeAzul

A prefeita de Ilhabela, Maria das Graças Ferreira dos Santos Souza, a Gracinha, recebeu nesta quinta-feira (5), no Palácio dos Bandeirantes, o certificado e troféu do Programa Município VerdeAzul (PMVA), criado pela Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente com o propósito de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental nos municípios.

O troféus Franco Montoro para os municípios líderes do ranking do Programa Município VerdeAzul (PMVA), da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente teve duas premiações.

Foram premiadas as cidades(92) com que receberam Certificação por notas de 80 pontos, onde nenhuma das cidades do Litoral Norte entrou no ranking das 100 melhores.

A outra premiação foi para as cidades(62) que obtiveram notas entre 60 e 79,9. Neste ranking foram classificadas as cidades de Ilhabela, que obteve nota geral 79,56 e São Sebastião, com nota 65,68.

Neste ranking, as cidades de Caraguatatuba e Ubatuba não foram nada bem. Ubatuba obteve nota 21,98 e ficou na 305ª posição no ranking geral.  Caraguatatuba terminou na 390ª colocação, com nota 10,35.

Entre todas as cidades paulistas,  São José do Rio Preto foi a campeã no ranking geral totalizando 97,00 pontos seguida de Bragança Paulista com 94,74 e Novo Horizonte com 94,23. O PMVA tem o propósito de incentivar, apoiar e medir de maneira descentralizada a agenda ambiental dos municípios paulistas.

As cidades do Litoral Norte tiveram desempenho baixo na avaliação. A cidade de Ilhabela, a melhor classificada na região ficou na 95º colocação, com nota 79,56; São Sebastião obteve a 127º colocação, com nota 68,68; Ubatuba foi classificada na 305º colocação, com nota 21,98; e, Caraguatatuba, acabou na 390º colocação, com nota 10,35.

Durante a premiação, prestigiada pelo secretário estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, entre outras autoridades, a prefeita falou sobre os avanços que propiciaram a qualificação para o programa. “Estou muito contente porque o certificado é um reconhecimento pelos avanços alcançados por Ilhabela no saneamento e preservação do meio ambiente. Avançamos muito nesse setor, uma das prioridades do município”, afirmou Gracinha.

A prefeita lembrou alguns dos investimentos realizados e em andamento com recursos da Prefeitura que qualificaram a cidade para a premiação: 25 quilômetros de rede coletora no sul da ilha; seis elevatórias de esgoto; duas estações de tratamento de água; na região central e sul, com capacidade para mais três milhões de litros de água tratada; o projeto executivo da estação terciária da Feiticeira (a construção será licitada); e também investimentos nos 15 núcleos de regularização fundiária, etc.

A secretária de Meio Ambiente de Ilhabela, Salete Magalhães, também destacou as ações de gestão ambiental que asseguraram a pontuação para recebimento da premiação do governo do Estado.  Entre essas ações citou a revisão do Plano Municipal de Saneamento; instalação de redes coletoras de esgoto, elevatórias de esgoto; plantios e replantios em áreas degradadas; o Centro de Referência Animal (trabalho de política pública com animais domésticos); trabalho com animais silvestres; criação do Programa Carona Legal; gestão de resíduos no aterro municipal, entre outros.

“Tudo isso nos levou a essa premiação, colocou Ilhabela no ranking das cidades que têm boas gestões ambientais. Foi com muita alegria que fomos com a prefeita Gracinha ao Palácio dos Bandeirantes receber, pela primeira vez, o certificado e o troféu Município VerdeAzul”, afirmou.