Fiscalização Tamoios

Deputada visita Concessionária Tamoios e cobra providências no Km 52 da rodovia

A deputada Leticia Aguiar(PSL), de São José dos Campos, visitou nesta quarta(10) a Concessionária Tamoios e vistoriou alguns trechos da Rodovia. A parlamentar cobrou providências no Km 52, onde existe um  desvio há três anos e nas passarelas sobre a rodovia. A deputada tomou conhecimento do problema  no Km 52 pelo Tamoios News. Dersa e Concessionária discutem na justiça há três anos quem deve fazer as obras no local, onde uma das pistas permanece interditada desde fevereiro de 2016.

A deputada Leticia Aguiar, acompanhada pelo seu chefe de gabinete Anderson Senna, foi recebida no Centro de Controle de Operações da Concessionária Tamoios pelo presidente da empresa Marcelo Stachow, pelo gerente de engenharia Robson Ávila, pelo gerente de operações Wigando Schneider e por Marco Ellia, assessor de comunicação. Lá, a deputada conheceu de perto os projetos, o sistema de monitoramento e alerta, as obras da rodovia e a estrutura da concessionária.

“Ficamos impressionados com o baixíssimo índice de acidentes na rodovia e os investimentos em tecnologia”. A deputada recebeu informações sobre os motivos que levam ao fechamento constante da Rodovia em dias de muita chuva. Sempre que o acumulado chega a 100 mm, a estrada é interditada para prevenir acidentes graves.

Os visitantes tiveram a oportunidade de percorrer um trecho de mais de 50 km da Rodovia dos Tamoios para conhecer de perto a maior obra de engenharia em andamento no país – um investimento de R$ 5 bilhões, com 2,5 km de viadutos e mais de 12 km de túneis, sendo um de 5,5 km – o maior do Brasil.

Km 52

A Deputada vistoriou, pessoalmente, o desvio do KM 52 da Rodovia dos Tamoios, e encontrou mais um problema, que já dura três anos, e que foi parar em uma disputa judicial entre a Dersa e a Concessionária Tamoios. “Vamos cobrar uma solução para o problema que vem prejudicando os motoristas”, disse.

Desvio no Km 52 da Tamoios, há três anos a pista de descida ao litoral está interditada devido a um deslizamento de terra

A parlamentar ainda constatou as péssimas condições das passarelas para travessia de pedestres. Das quinze previstas em contrato firmado com a Dersa, apenas três foram entregues. As doze restantes estão, há cerca de 5 anos, inacabadas. Além disso, foi informada da paralisação das obras dos contornos Caraguatatuba – São Sebastião.

“Vou pedir esclarecimentos a Dersa. O que vi hoje é um desrespeito ao cidadão e um desperdício de dinheiro público. As estruturas estão se deteriorando e as obras precisam ser concluídas”, finalizou a deputada que vai publicar, diariamente, em suas redes sociais uma série de vídeos sobre o assunto.

8 Comentários

  • Espero que a nobre deputada haja como prometeu e faça pressão para resolver estas pendências referentes ao km 52 e as passarelas, senão será mais um parlamentar que fala que vai fazer e acontecer na frente das câmeras, mas depois….

  • Até que em fim, alguém se habilitou a dizer que o nosso dinheiro é desperdiçado com tantas obras que ficam pelo meio do caminho.E o pior a gente paga pedágios caros pra ficar parados com os carros ligados consumindo combustível,e os compromissos sendo desmarcados. Safadeza desses ladrões do dinheiro público que virou erva daninha em todas as áreas públicas.

  • Parabéns ao Tamoios News e à Deputada. Não dá para entender que uma estrada tão moderna mantenha aquele desvio por tanto tempo… A Justiça devia mandar a concessionária consertar e depois ir cobrar do Dersa, se for o caso. Se quiserem discutir por dez anis, que discutam… Mas nós, os usuários, não devemos ficar esperando…

  • Não é verdade que 100mm de chuva fecham a Tamoios. Qualquer chuva eles a fecham, porque não há proteção nas encostas. É mais barato fechar e deixar a população e os fornecedores do litoral no toco, sem nada!

  • Como transeunte dessa rodovia espero transparencia em relação aos verdadeiros perigos que possa enfrentar indempendente de interesses politicos ou economicos

  • Senhora deputada, sabe porque o índice de acidentes é pequeno? Rodovia monitorada com velocidade muito reduzida, 80 por hora e até 60 , numa rodovia duplicada deveria nas retas ser 100 por hora.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.