Turismo Ubatuba

Ubatuba: Prefeitura aumenta para R$ 3.000,00 taxa para Turismo de Um Dia

A Prefeitura de Ubatuba informa que, a partir de segunda, dia 7, passam a vigorar novas taxas para a entrada de veículos de transporte turísticos na cidade. O reajuste foi determinado pelo decreto número 6999, de 4 de janeiro de 2019. Os valores não eram reajustados desde 2015. Confira os novos valores:

Categoria I – Veículos de transporte turístico de excursões de um dia de permanência:

  1. a)Ônibus acima de 25 passageiros > R$ 3.000,00 (três mil reais);
  2. b)Micro-ônibus, com até 25 passageiros > R$ 1.800,00 (um mil e oitocentos reais);
  3. c)Vans e similares > R$ 1.200,00 (um mil e duzentos reais).

Categoria II – Veículos de transporte turístico de excursões de longa permanência:

  1. a)Ônibus acima de 25 passageiros > R$ 3.000,00 (três mil reais), com acréscimo de R$ 200,00 (duzentos reais) por dia de permanência;
  2. b)Micro-ônibus, com até 24 passageiros > R$ 1.800,00 (um mil e oitocentos reais), com acréscimo de R$ 150,00 (cento e cinquenta reais) por dia de permanência;
  3. c)Vans e similares > R$ 1.200,00 (um mil e duzentos reais), com acréscimo de R$ 100,00 (cem reais) por dia.

O decreto institui ainda desconto de 30% na taxa para longa permanência nos casos em que os viajantes estejam hospedados em estabelecimento (hotéis, pousadas e afins) devidamente cadastrado junto à Prefeitura Municipal e à Companhia Municipal de Turismo (COMTUR).

Há um desconto de 50% no caso de agências cadastradas junto aos órgãos municipais que atuarem como intermediadoras de pacotes de turismo e que utilizem os serviços de guias e monitores turísticos como prestadores de serviços devidamente cadastrados no Ministério do Turismo e na Prefeitura de Ubatuba.

A taxa deve ser paga antecipadamente à Comtur, responsável pela emissão de autorização de 01 (uma) senha de entrada e circulação.

Para mais informações, consultar a Comtur pelo telefone: (12) 3833-7006, de segunda a sexta-feira, das 8 às 16 horas.

6 Comentários

  • Esse comentário vai ao senhor Prefeito de Ubatuba ou a quem resolveu nós roubar mais um pouco.palhacada isso.
    Meus parabéns senhor Prefeito de Ubatuba por acabar com o lazer de muitos e com o trabalho de transporte tbem.
    Praias que foram feitas por Deus e vem o senhor e acaba com o direito de ir e vir de cada cidadão explorando com essa taxa absurda.deveria tomar vergonha na cara e estar realmente incentivando o turismo na cidade e realmente melhorando em outras coisas que as cidades nessecitam.

    • concordo com o prefeito, essas medidas são tomadas devido a falta de educação da população que invadem as cidades dos outros, sujam o ambiente, usam som em altos volumes, não respeitam ninguém. Essa medida é igual quando colocam quebra molas nas ruas, por causa de um mau educado todos pagam o pato.

  • Neste fim de ano, foi recolhida uma tonelada de lixo. Houve bairros em que o serviço de recolhe, foi reduzido a uma vez na semana, causando desconforto aos turistas e principalmente aos moradores. Se a taxa for aplicada em cuidados e educação ambientais, será bem vinda.

    • Sou totalmente a favor do aumento, pois os ônibus que chegam lotados de turistas vêm com pessoas que não colaboram com a limpeza da cidade. A Prefeitura precisa melhorar o calçamento da cidade, porém fora da temporada a cidade é uma tranquilidade, limpa e sem os transtornos dos turistas que “acabam” com a cidade. Na temporada as praias ficam imundas. Têm lixeiras, mas não usam! Jogam tudo na areia da praia. Só quando acaba a temporada é que Ubatuba fica boa. Cansei de ver prefeitura, pessoas em grupo fazerem campanhas para que os banhistas não joguem lixo nas praias, mas não adianta! A falta de educação é muito grande. Os turistas que vão para poluir as praias não são bem vindos. O prejuízo que deixam para a população Ubatubense é grande — ganha-se de um lado, perde-se de outro. O certo seria a ida de turistas mais conscientes e educados.

      • Não sou de Ubatuba mas concordo plenamente com os moradores, onde tem turista tem destruição do meio ambiente, a sugestão seria controlar o numero de turista que entra na cidade, cadastrar os mesmos antecipadamente, e além de cobrar essas taxas, aplicar multas para quem sujar a cidade, basta colocar câmeras de vigilância em toda cidade principalmente nas praias e meter a facada em multas nesses farofeiros.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.